segunda-feira, 15 de maio de 2017

PORTUGAL CATÓLICO: A BELEZA NA DIVERSIDADE

Informação recebida dos editores de uma obra (publicada pelo Círculo de Leitores) na qual colaborei com um capítulo intitulado "A Igreja e a Ciência:"


Portugal Católico. A Beleza na Diversidade. Uma obra sonhada, uma obra realizada!

Com o mecenato especial e pessoal do Senhor Alexandre Soares dos Santos e o apoio da Conferência Episcopal Portuguesa, da Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal, da Fundação Calouste Gulbenkian, da União das Misericórdias Portuguesas e da Santa Casa da Misericórdia do Porto, esta é a réplica da obra elaborada de forma intensa e em tempo recorde – sensivelmente em sete meses. Reúne 204 textos-síntese, de 190 autores, intercalados com uma forte componente imagética, constituída por fotos (aéreas e terrestres), gravuras que acompanham os conteúdos escritos e um conjunto de poemas de diversos grandes autores portugueses que se distribuem em 14 capítulos. Simbolicamente, o número 14 dos capítulos representa quer as 14 estações da Via Sacra, quer as 14 Obras de Misericórdia.

Esta obra de dimensão monumental é inaugurada com textos do Secretário-Geral da ONU, António Guterres, do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do Cardeal Patriarca de Lisboa e Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. Manuel Clemente, e conta com a participação das mais diversas figuras da cultura, da ciência e da sociedade portuguesas, entre as quais, Eduardo Lourenço, Guilherme d’Oliveira Martins, Pedro Mexia, Adriano Moreira, José Manuel Pureza, José Mattoso, Artur Santos Silva, Carlos Fiolhais, João César das Neves, Rui Vieira Nery, Manuel Barbosa, José Pedro Paiva, José Leite Abreu, Henrique Manuel Pereira, José Cordeiro, José Carlos Miranda, Daniel Serrão, Henrique Leitão, Francisco Senra Coelho, Vasco Pinto Magalhães, Manuel Braga da Cruz, José Carlos Seabra Pereira, Gonçalo Portocarrero, Leonor Xavier, Jaime Nogueira Pinto, Jorge Wemans, João Seabra, Manuela Silva, entre outras.

O projeto inicial teve por referência uma recente obra francesa intitulada La France Catholique (Paris, Éditions Michel Lafon, 2015), de Jean Sévilla. Ao longo de sete meses, a obra portuguesa, sob a direção de José Eduardo Franco e José Carlos Seabra Pereira, ganhou uma identidade própria, afirmando um âmbito muito mais amplo e profundo em relação à obra francesa, apostando mais no conteúdo e diversidade de temas e incluindo, ainda, uma publicação infanto-juvenil e um spot de divulgação da obra. O resultado de cerca de 800 páginas acaba por apresentar uma radiografia abrangente da Igreja Católica e constituir-se numa espécie de dicionário enciclopédico do catolicismo contemporâneo português.
Não estamos perante uma obra que pretenda ser a voz oficial da instituição eclesial na linha da clássica expressão apologética. Esta obra traduz-se, isso sim, num fundamentado e aliciante quadro da condição do catolicismo em Portugal, pondo em evidência as múltiplas óticas, facetas e as dinâmicas várias da comunidade católica e da sua Igreja. 

Optou-se, neste projeto, pela leitura da diversidade que encontramos no quadro do catolicismo português, perpassando a história e, sempre que foi possível, evidenciando o contexto atual de cada uma das temáticas abordadas. Abordam-se temas do âmbito da teologia, da pastoral, do eclesial, da medicina, da política, da justiça, da sociedade, do ambiente, da música, da arte, da comunicação social, do turismo, da educação, da solidariedade, do desporto, etc. Salientamos ainda um aspeto de particular significado: a participação da comunidade judaica e da comunidade do Islão. Na tela de fundo sempre esteve presente a opção pela evidência da Beleza na Diversidade que sustenta todas estas temáticas.

beleza na diversidade, para além de estar presente nas múltiplas temáticas abordadas, está patente também na diversidade de pensamento dos autores que colaboram nesta obra. Nesta unidade na diversidade emerge a beleza que se funda nas três frases que estão patentes na capa e fita suporte da obra: “Que sejam um, como Nós somos Um. Eu neles e Tu em mim.” (Jo 17, 22-23); “É este o meu mandamento: que vos ameis uns aos outros como Eu vos amei.” (Jo 15, 12); “Luz terna suave no meio da noite leva-me mais longe.” (Da Liturgia das Horas)

Desde a sua origem, este projeto sempre privilegiou dois públicos em especial: Sua Santidade, o Papa Francisco, que receberá um exemplar único, no marco importante da sua vinda a Portugal, e o grande público dos mais vários quadrantes socioculturais, crentes e não crentes. Para o público em geral a obra será lançada, primeiro numa edição especial do Círculo de Leitores em novembro de 2017, e depois numa edição corrente em abril de 2018.

Este projeto é promovido por instituições universitárias: a CIDH (Universidade Aberta), o CLEPUL (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), a FLUL (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra) e o IECCPMA (Instituto Europeu de Ciências da Cultura Padre Manuel Antunes), em cooperação com o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura da CEP.


Os diretores da obra Portugal Católico. A Beleza na Diversidade.

José Carlos Seabra Pereira               José Eduardo Franco


Plano detalhado da Obra

PORTUGAL CATÓLICO.
A beleza na diversidade
[dir. por José Eduardo Franco e José Seabra Pereira]



1.      Prefácio de Marcelo Rebelo de Sousa (Presidente da República)
2.      Prelúdio de D. Manuel Clemente (Cardeal Patriarca de Lisboa e Presidente da CEP)
3.      Limiar de António Guterres (Secretário Geral da ONU)
4.      Poema de Fernando Echevarria

INTRODUÇÃO

I. A FORÇA DOS FUNDAMENTOS
Preâmbulo

1.      A beleza do Espírito, Eduardo Lourenço
2.      O poder da palavra e a palavra do poder, Adriano Moreira
3.      Louvor e simplificação do cristianismo no quotidiano, Daniel Serrão
4.      Modelações cristãs do “projeto Portugal”, José Eduardo Franco
5.      Religiosidade popular e inculturação bíblica, Ricardo Tavares
6.      Humanismo e catolicismo, Sebastião Tavares de Pinho
7.      Receção do Magistério Pontifício, João Seabra
8.      Dizer e agir dos bispos, Manuel Morujão
9.      Perspetiva cristã e estimativa moral, Jorge Teixeira da Cunha
10.    Fundamentos da justiça e políticas públicas, Mário Pinto
11.    Raízes cristãs dos Direitos Humanos, Susana Mourato Alves-Jesus
12.    Pensar aberto, Anselmo Borges
13.    Conciliação na separação: concordatas, Bruno Cardoso Reis
14.    Tempus Colligendi: valorização e difusão do património cultural da Igreja, José António Falcão 
15.    Sentido deiforme na religiosidade tradicional, João Tiago Pinheiro Teixeira
16.    Sacralidade e espiritualidade das expressões musicais, Rui Vieira Nery

II. A BELEZA DA DIVERSIDADE
Preâmbulo
1.      Unidade e diversidade do catolicismo português, Vítor Gonçalves
2.      O dom da fortaleza em tempos da homologação, Margarida Miranda
3.      Dinâmicas diocesanas e papel do episcopado, José Pedro Paiva e Paulo Rocha
4.      Da paróquia territorial à comunidade transterritorial, Alfredo Teixeira
5.      Perfil do clero e a exigência da formação, José Paulo Leite Abreu
6.      Ordens e congregações: entre a contemplação e a ação, David Sampaio
7.      Diaconado permanente, Fernando Magalhães
8.      Ordens militares: do esforço de guerra ao esforço da solidariedade, Paula Carreira
9.      Institutos seculares e sociedades de vida apostólica, Pedro Gil
10.    Condição apostólica dos leigos, Alexandra Viana Lopes
11.    Padres em dispensa do ministério, Alípio Afonso
12.    Os antigos alunos dos seminários na Igreja e na sociedade, António Agostinho  
13.    Realidades de fronteira e o Evangelho do quotidiano, Leonor Xavier
14.    Pastoral do anticlericalismo, Luís Machado de Abreu
15.    Para uma pastoral dos afetos e da relação, Fernando Ventura
16.    Uma Igreja que ri, José Eduardo Franco e Cristiana Silva

III. ESTAR NO MUNDO
Preâmbulo
1.      Do germinar ao florescer da democracia..., Guilherme d’Oliveira Martins
2.      Uma perceção contemporânea de país religioso num estado laico, Luís Salgado de Matos
3.      Participação no processo de constituição europeia, Manuel Lopes Porto
4.      Vida diplomática, Marcello Duarte Mathias
5.      Matriz cristã das fundações: o caso da Fundação Calouste Gulbenkian, Artur Santos Silva
6.      Lei de Deus e Rule of Law, José Miguel Júdice  
7.      Igreja e constituição, Paulo Ferreira da Cunha 
8.      Pensar o direito e fundar a justiça, Pedro Barbas Homem
9.      Atualizar os Direitos Humanos, Pedro Caridade Freitas
10.    Fé em Deus, lealdada à pátria, luta pela justiça, Jaime Nogueira Pinto
11.    Ação política, João Relvão Caetano
12.    Movimento monárquico, Mendo Castro Henriques
13.    Relação com a maçonaria, Octávio Carmo  
14.    Valor e proteção do trabalho, Margarida Seixas
15.    Sindicalismo, Fernando Abreu
16.    Escutar a cidade, Jorge Wemans
17.    Pensamento ecológico, Luísa Schmidt
18.    Igreja e o ambiente: doutrina e testemunhos, Viriato Soromenho-Marques
19.    Medicina e cristianismo, José Manuel Silva
20.   Fé e sentido na prática e competição desportivas: o caso do Futebol, Joaquim Franco

IV. O ESPLENDOR DO SILÊNCIO
Preâmbulo
1.      Espiritualidade e Mística: a inevitável paixão Deus-humano, Eugénia Magalhães
2.      Inteligência espiritual, Luís Gonzaga
3.      As Ordens do silêncio, João Inglês Fontes
4.      Jovens e Retiros espirituais, Vasco Pinto Magalhães
5.      As novas vocações religiosas, Filipe Avillez 
6.      Experiência da parábola da comunidade de Taizé, António Marujo
7.      Comunidades orantes e as novas tecnologias, António Valério
8.      Os calados que falam: o silêncio que cria luz, Eugénia Magalhães
9.      Deus do silêncio que fala música, Rão Kyão

V. REZAR, CELEBRAR E PEREGRINAR
Preâmbulo
1.      O poder da santidade: a intercessão dos santos, José Saraiva Martins e Maria José Figueiredo
2.      Um experiência de conversão, Catarina Belo
3.      O cuidado da liturgia e da prática dos sacramentos, João Cambado
4.      Música litúrgica, José Carlos Lopes Miranda
5.      Itinerância e espiritualidade, Delmar Barreiros
6.      Santo António: universal e peregrino, Luís Machado de Abreu 
7.      Santuários de referência, Maria José Figueiredo
8.      Ressurgimento dos caminhos de peregrinação, Lourenço de Almeida
9.      A centralidade de Fátima, Joaquim Franco
10.    Fátima no mundo, Manuel Arouca
11.    A mensagem de Fátima na Rússia, José Milhazes
12.    Romagens, romarias e outras tradições populares, Alberto Júlio Silva  
13.    Turismo religioso e pastoral do turismo, Carlos Alberto da Graça Godinho
14.    Para uma nova pastoral dos cultos tradicionais, Ricardo Tavares
15.    Alma orante no fado,  José Campos e Sousa

VI. SOLIDARIEDADE INTEGRAL
Preâmbulo
1.      Uma prática médica assente em valores, Levi Guerra
2.      Pastoral da saúde, Vítor Feytor Pinto e José Manuel Pereira de Almeida
3.      Médicos e medicina, Amadeu Pardo de Lacerda
4.      Pastoral para a pessoa com deficiência, Alice Cabral
5.      Saúde Mental, Aires Gameiro 
6.      O valor social, cultural e pastoral da velhice, Matilde Sousa Franco
7.      O cuidado da fragilidade, Isabel Galriça Neto
8.      O combate à pobreza e a batalha do desenvolvimento, Eugénio Fonseca
9.      Confrarias: a sobrevivência de uma rede antiga de assistência, António Rebelo
10.    Misericórdias: um património de marca portuguesa, Joel Araújo
11.    O papel das IPSS e dos Centros Sociais e Paroquiais para uma solidariedade integral, José Maia
12.    Caritas em Portugal, Márcia Carvalho
13.    Grupos e redes de assistência, Acácio F. Catarino
14.    Cooperação com as autarquias, Fausto Oliveira
15.    Da solidariedade internacional à responsabilidade partilhada, Susana Réfega

VII. ABRAÇAR AS MARGENS E AS MINORIAS
Preâmbulo
1.      A comunidade cigana, Manuela Mendonça
2.      Pastoral dos migrantes, Maria Beatriz Rocha-Trindade
3.      Obra da Rua, Henrique Manuel Pereira
4.      Cuidar das pessoas em situação de Sem-Abrigo, Henrique Joaquim
5.      Vinha de Raquel, Maria José Vilaça
6.      Espaços de fronteira, José Maria da Silva Rosa
7.      Pastoral penitenciária, Inês Leitão
8.      O Mundo das drogas, Manuel Matias  
9.      Humanizar as prostitutas, Maria de Fátima Magalhães
10.    A perseguição religiosa no mundo e a relevância do tema, Catarina Martins Bettencourt

VIII. A FECUNDIDADE DO PENSAMENTO E DA COMUNICAÇÃO
Preâmbulo
1.      Pastoral da Cultura, José Carlos Seabra Pereira
2.      Intelectuais e escritores, Pedro Mexia
3.      Teologia e teólogos, Porfírio Pinto
4.      Filosofia e pensamento católico, Luís Machado de Abreu
5.      A filosofia portuguesa e o catolicismo, Joaquim Domingues
6.      Igreja e Ciência, Carlos Fiolhais
7.      Amor e cuidado: fundamentos das Ciências Médicas, Walter Osswald
8.      Ciências da Vida e Bioética, João Carlos Loureiro
9.      Catolicismo na historiografia, António Leite da Costa
10.    Arquivos de cultura e ciência: as bibliotecas das ordens religiosas, Luana Giurgevich e Henrique Leitão
11.    Imprensa e editoras católicas, Luís Filipe Santos
12.    Informação católica e comunicação social: Agencia Ecclesia e outros meios, Paulo Rocha
13.    Teologia em fragmentos: opinião religiosa na imprensa, António Marujo
14.    Rádios católicas, Nelson Ribeiro
15.    Igreja na televisão, António Rego
16.    Fátima: a reconstrução de um fenómeno religioso no deslumbramento mediático, Joaquim Franco
17.    Aventuras da Bíblia em português, António Marujo
18.    É preciso levantar o céu, José Mattoso


IX. INSPIRAR A ARTE E FABRICAR PATRIMÓNIO
Preâmbulo

1.      Igreja, madre e mecenas das artes, Vítor Serrão
2.      Património e ação cultural das misericórdias, Francisco Ribeiro da Silva
3.      Herança arquitetónica católica: Monumentos e património edificado, Joana Balsa de Pinho
4.      O Legado de bens culturais, Fátima Eusébio
5.      Iconografia, Marco Daniel Duarte
6.      Espiritualidade e arte contemporânea, Paulo Pires do Vale
7.      Música erudita, José Carlos Lopes de Miranda
8.      Tradição e atualidade da “Serenata a Nossa Senhora”, Carlos Noronha Lopes
9.      A cena inspirada: valores cristãos no teatro, Júlio Martín da Fonseca
10.    Projeção inspirada: marcas cristãs no cinema, Inês Gil
11.    As marcas cristãs na arquitetura dos jardins: o caso da Arrábida, Cristina Castel-Branco
12.    Sabores da Fé, Luís Lavrador  
13.    Arte e espiritualidade na religiosidade popular, José Silva Lima
14.    A questão cristã na poesia e na narrativa, José Seabra Pereira e Annabela Rita
15.    A arte e o património vivos de uma Igreja global, João Paulo Oliveira e Costa
 
X. MOVIMENTOS NA HISTÓRIA
Preâmbulo
1.      As estatísticas e os católicos que se dizem, Paulo Rocha
2.      Catolicismo e mudança social, Eduardo Duque
3.      Ver, julgar e agir: o movimento e ação na História, António Moniz
4.      Ação Católica: um tempo, uma resposta, um destino, João Gomes
5.      Projetos e trajetos desde os anos 60: o caso do CADC, José Carlos Seabra Pereira
6.      Lideranças portuguesas no catolicismo mundial, Octávio Carmo
7.      Prelaturas e atualização da orgânica eclesial: o caso da Opus Dei, Pedro Gil
8.      Renovação dos carismas laicais e novos movimentos, Octávio Carmo
9.      Nascidos da diáspora: o caso do Metanóia, Jorge Wemans
10.    Movimento por um Mundo Melhor e renovação pastoral, António Marujo
11.    Dinâmicas de associativismo dos médicos católicos, António Sarmento
12.    Pela defesa da vida e da família, Isilda Pegado
13.    Os movimentos da pastoral da Família, Maria Leonor Cabral Antunes
14.    Equipar humana e espiritualmente a visa conjugal, Bernardo Mira Delgado
15.    Divorciados, recasados, uniões de facto, Vítor Neto e Marília Monteiro
16.    Pastoral Castrense, Manuel Linda
17.    Pastoral do mar, Eugénia Costa Quaresma
18.    Movimento ecuménico: unir os cristãos, Timóteo Cavaco
19.    Diálogo inter-religioso, Cristina Milagre
20.   Relações com a comunidade judaica, Isaac Assor
21.    Relações com a comunidade islâmica, Abdool Magide Vakil
22.   Diálogo com os não-crentes, João Duque

XI. EMPREENDER, CRIAR E DISTRIBUIR RIQUEZA
Preâmbulo
1.      Atualizar a Doutrina Social da Igreja, António Bagão Félix
2.      A gestão dos bens da criação, José Manuel Pureza
3.      Catolicismo empreendedor, José Porfírio
4.      Empresários católicos e a multiplicação da riqueza ao serviço das pessoas, A. Pinto Leite
5.      Uma economia com futuro com lugar para uma economia social e solidária, Manuela Silva
6.      Ideários e prática de uma economia de comunhão, Pedro Vaz Patto e José Maria Raposo
7.      Capitalismo vs comunismo, João César das Neves
8.      Ética cristã para a empresa, João Evangelista Ribeiro
9.      Trajeto e alcance atual da Comissão Nacional Justiça e Paz, Pedro Vaz Patto

XII. UNIVERSALIZAR A BOA NOVA
Preâmbulo

1.      Universalização do cristianismo e globalização da língua portuguesa, Fernando Cristóvão
2.      Catolicismo na insularidade atlântica e na diáspora americana, João Lavrador
3.      Igreja em Portugal fora de portas, Manuel Joaquim Gomes Barbosa
4.      Institutos, grupos e dinamismos missionários, Tony Neves
5.      Missões de alto risco, Tony Neves
6.      Missões populares, Francisco Senra Coelho
7.      Nova evangelização na cidade, Henrique Matos
8.      Voluntariado missionário, Ana Patrícia Fonseca
9.      Átrio dos Gentios, Rui Rego
10.    Os NEC’s – Núcleo de estudantes católicos e Missão País, Miguel Câmara Machado e Pedro Cunha Matos
11.    Exemplo dos papas viandantes, Octávio Carmo  


XIII. EDUCAR AS NOVAS E AS VELHAS GERAÇÕES,
Preâmbulo
1.      Formação para os valores no sistema educativo, Roberto Carneiro
2.      A Educação Moral e Religiosa Católica nas escolas, Luís Manuel Pereira da Silva
3.      Projetos educativos católicos: pedagogos, atividades e presença, Jacinto Jardim e Rita Balsa Pinho
4.      As escolas católicas, Jorge Cotovio
5.      Formação e difusão bíblica, Herculano Alves
6.      Ensino da Teologia, Porfírio Pinto
7.      A Universidade Católica Portuguesa, Arnaldo de Pinho
8.      Ensino da música, Maria Helena Vieira
9.      A pastoral dos jovens, Rui Alberto
10.    Ética para um desporto ao serviço da humanidade, José Carlos Lima
11.    Preparar para a vida em liberdade: o caso singular do Escutismo católico, João Marques Costa
12.    Campos de férias Miguel Câmara Machado e Pedro Cunha Matos


XIV. SEMENTES DO FUTURO
Preâmbulo
1.      Vaticano II e as novas gerações, Diogo Freitas do Amaral
2.      A Igreja e a liberdade de ensino, Manuel Braga da Cruz
3.      Crianças e educação para a Fé, Maria Isabel Azevedo de Oliveira Catarina Martins Bettencourt 
4.      Vozes e ecos cristãos na literatura infanto-juvenil, José António Gomes 
5.      Dinâmicas universitárias, Eduardo Duque
6.      Grupos de jovens: procura de experiências com sentido, Jacinto Jardim
7.      Igreja digital, Luís Miguel Figueiredo Rodrigues
8.      Novas linguagens da música cristã, Jorge Castela
9.      Confissão e direção espiritual, Gonçalo Portocarrero de Almada
10.    Seminários, José Manuel Cordeiro
11.    Chamados pelo Senhor, Afonso Sousa e Pedro Sousa
12.    Dinâmicas da Pastoral da Cultura, Rui Jorge Martins
13.    A força da fé – escola de campeões, Fernando Santos


CONCLUSÃO

Poema de Fecho de Ramos Rosa

BIBLIOGRAFIA

ABREVIATURAS

SIGLÁRIO

TÁBUA DE AUTORES E INSTITUIÇÕES

ÍNDICE GERAL

2 comentários:

  1. Infelizmente não resistiram a convidar alguns "católicos da treta", como o José Manuel Pureza. Não sabia que ser um fundamentalista do aborto, da eutanásia e do casamento homossexual eram credenciais católicas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a beleza da diversidade, meu caro.

      Eliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.